Voltar ao Topo

Clube de dardos e Bilhar de Chaves


Condições de admissibilidade para jogadores e estabelecimentos



Prémios

Total de 5000€ a distribuir por todas as ligas bem como prémios inerentes ao decorrer e final da liga.

-Total do valor de inscrição de equipas.

- Open da Taça da Liga de Pares.

- 500 € para o 1º jogador que obtiver a partida perfeita.

- Reconhecimento do jogador mais regular e com melhor prestação.

-Os prémios serão entregues no final de época em local a combinar, só serão entregues os prémios a quem estiver presente no final da competição, ou a quem apresente um motivo justificado para não poder comparecer.

Regulamento CDBC

Regulamento Geral



INTRODUÇÃO




CLASSIFICAÇÕES/EQUIPA






masculinas.














ENCONTROS


Hora padrão

Todos os jogos devem ser realizados em hora padrão, só em casos manifestamente impossíveis é que deve ser remarcada outra data afim de completar o calendário de jogos, sem poder passar mais de uma semana.


Os encontros serão presencias até uma distância de 10 Km.


Havendo mais que uma equipa a jogar no mesmo estabelecimento, e caso não haja hora marcada pelos capitães de equipa, inicia o jogo a equipa que entrar primeiro na gestão de ligas do menu das máquinas Radikal.


No início de cada época devem ser afixados os calendários dos encontros, em todos os locais onde irão decorrer. Se por hipótese, o calendário for incompatível com o funcionamento do local visitado, deverá esta equipa apresentar um dia/hora alternativos (antes do inicio da Liga – reunião de capitães) para se encontrar uma solução de carácter permanente.


Todos os encontros terão a tolerância máxima de 30 minutos após os quais o encontro terá que ser iniciado, bastando para tal a presença de 2 jogadores por equipa, o que não acontecendo dará origem à falta de comparência à equipa faltosa.


Nos casos de falta de comparência, a equipa presente terá obrigatoriamente (num mínimo de 2 jogadores) efetuar os jogos (os 2 ao mesmo tempo), imediatamente após o período de tolerância, para o campeonato que estiver ativo na máquina, naquela data, a fim de a organização confirmar a presença da mesma.


Deverá ser dado conhecimento a Organização, através de SMS ou via Grupo facebook. Se a equipa presente não o fizer perderá também por falta de comparência.


Nos casos em que uma equipa abandone o jogo a meio, a essa equipa será atribuída falta de comparência.


O capitão de equipa é responsável por responder às questões postas pelos jogadores, notificar os mesmos das datas dos próximos encontros e marcar ou remarcar os ditos jogos, sempre de comum acordo com os capitães das equipas adversárias e notificando de imediato a Organização.


Os encontros terão que ser realizados até ao limite da data da próxima jornada. Caso as equipas não realizem o encontro na hora padrão, ou antes que inicie a próxima jornada, ambas terão falta de comparência, a não ser que antecipadamente tenham comunicado a organização de impossibilidade de jogar na data marcada, devendo esse jogo ser realizado logo que possível nunca podendo ultrapassar 15 dias.


A alteração dos jogos terá de ser comunicada obrigatoriamente à organização com antecedência mínima de 24 horas à data padrão da equipa da casa pelos dois capitães, via SMS ou Grupo FACEBOOK, a fim de esta poder alterar a data e hora no programa de gestão da liga. Se assim não se verificar, o Concelho de Arbitragem reserva-se ao direito de atribuir falta de comparência às duas equipas.


Nos jogos online existe a possibilidade do jogo ser realizado presencialmente, caso a equipa visitante assim o entenda, e de um jogo marcado para presencial ser online, caso as duas equipas estejam de acordo quanto a essa situação, desde que seja comunicado à organização com antecedência mínima de 24 horas, à data padrão da equipa da casa.


No caso de os capitães de equipa não chegarem a acordo, quanto a uma possível mudança de data ou hora de jogo, este deverá ser realizado na data prevista inicialmente, com os jogadores que estiverem presentes.


As equipas podem apresentar protestos (bem como pedir que a organização visualize os vídeos das partidas), sendo os mesmos redigidos numa folha A4, reportando todas os protestos que tiverem a reclamar, contendo no final as assinaturas de todos os jogadores presentes da equipa queixosa que participaram no encontro em questão.


Podem também ser apresentados via eletrónica na plataforma disponível no site WWW.CDBC.PT – Reclamações-


Os prazos de entrega dos protestos são de dois (2) dias úteis após a realização do encontro, sendo que logo após o encontro deve ser comunicado a organização tal pretensão. Não respeitando estas datas, os mesmos serão considerados nulos.


Ao efetuar um protesto, a equipa queixosa deve obrigatoriamente continuar o encontro até ao seu término, caso contrário, o Concelho de Arbitragem na apreciação ao protesto atribuirá a derrota nos restantes jogos à equipa que se recusar a continuar o encontro. A única exceção será o facto de não haver comprovadamente condições físicas ou materiais (devido a alguma ocorrência extraordinária) de continuar o encontro.


Os capitães de equipa serão as entidades ajuizadoras de todas as anomalias/situações que possam acontecer nos encontros, recorrendo para esse efeito ao presente regulamento, sabendo a priori que tem acrescidas responsabilidades por ser o líder da equipa.


No caso de alguma equipa não poder jogar, por impossibilidade da casa em que joga, será acordado entre o Concelho de Arbitragem e a equipa visitada, um local para realização do jogo, por proximidade geográfica, desde que comunicada com um mínimo de 12h de antecedência. Caso assim não aconteça, perderão por falta de comparência.




REGULAMENTO DE JOGO


REGRAS ESPECIFICAS


1. Todos os encontros são realizados exclusivamente nas máquinas RADIKAL DARTS internacionalmente reconhecidas:


. Diâmetro do alvo – 39.5cm

. Distância centro/linha de lançamento – 300 cms

. Comprimento da linha lançamento – 50 cm


2. Todos os dardos devem ter ponta plástica e não exceder o peso máximo de 20 grs.


3. Cada encontro da liga será constituído pelas partidas realizadas em pares (2 contra 2).


4.O Modelo de jogo é o Team Cricket, Team 501,e jogos staked . Jogos (Double In ou Out ) conforme a categoria.


5.Os estabelecimentos comercias aderentes devem possuir boa iluminação nas áreas onde jogo para que seja visível os jogadores e respetivos lançamentos de jogo;


6. Cada equipa durante o encontro tem o mínimo de 2 jogadores em jogo, podendo ter o máximo de 2 suplentes, para efeito de substituição no decorrer do encontro.


7. Uma equipa poderá iniciar o encontro com um mínimo de 2 jogadores, podendo depois o jogador em falta efetuar a sua entrada em jogo a qualquer momento, desde que esteja inscrito na ficha de jogo e seja a sua vez de lançar os dardos.


8. Partida em que haja um jogador não presente será passada a sua vez de jogar.


9. O jogador que esteja em jogo sozinho, sem parceiro, não pode passar os seus lançamentos, enquanto não completar o seu jogo.


10. Todo o jogador que queira participar no encontro tem que constar na ficha de jogo.


11. São autorizadas 2 substituições por encontro.


12. Uma troca de ordem de jogadores – contrariando a ordem pré estabelecida na ficha de jogo – durante o encontro ou jogos não é autorizada, perdendo o jogo em questão, a equipa que cometer esta irregularidade.


13. A ordem dos jogos, bem como a dos jogadores será segundo modelo pré definido que consta na ficha de jogo.


14. Cada jogo é constituído por limite de rondas.


15. Uma ronda consiste em todos os jogadores em jogo lançarem 3 dardos cada. Um jogador pode decidir passar os seus lançamentos devendo para o caso, descontar no botão de START (botão vermelho de mudança de ronda).


16. Um jogador só deve lançar os dardos após autorização da máquina. Se o fizer antes perderá o(s) dardo(s) lançado(s).


17. O jogador é sempre responsável por verificar quando é a sua vez de efetuar o lançamento.


18. Durante o lançamento, o jogador deve ter à sua volta o espaço necessário para que nada o incomode.


19. Se os jogadores desejarem efetuar o lançamento para além da zona delimitada pela linha de lançamento, deverão fazê-lo para trás do alinhamento da mesma, sendo que não é permitido pisar ou transpor a linha para a parte da frente.


20. Um lançamento é sempre considerado válido desde que o dardo tenha sido projetado em direção à máquina, atingindo-a ou não e independentemente do lançamento ter sido registado pela mesma ou não. Se houver lugar a ter disponível mais dardos mas já tiverem sido lançados os três dardos deve ser descontado no botão de START, passando a vez de jogar o próximo jogador.


21. Um jogador não pode empurrar um dardo para que este seja registado.


22. Não é permitido relançar dardos nem lançar mais do que 3 dardos numa ronda.


23. Se um jogador deixar cair um ou mais dardos acidentalmente, estes não serão considerados lançados.


24. A máquina é soberana nas suas decisões.


25. A única situação em que se considera válido, um dardo não registado/descontado pela máquina, é no caso de um dardo vencedor.


26. Para ser considerado dardo vencedor, o dardo deve ficar no alvo e mostrar claramente que está no segmento que daria vitória ao lançador.


27. Em caso de avaria da máquina, os capitães devem decidir se o encontro continua, se se chama a assistência (nem sempre será possível esta deslocar-se ao local) caso seja necessário remarcar o encontro, para este ser finalizado, e os capitães não cheguem a acordo quanto a uma nova data, cabe a Organização definir data no mais curto prazo de tempo sem prejuízo para ambas as equipas. Caso uma equipa não compareça ao encontro, na nova data, perde o resto dos pontos em disputa e, caso não compareça nenhuma equipa, perdem as duas a totalidade do encontro.


28. No jogos online, se a ligação de internet ou de outra natureza "cair" e consequentemente o jogo for interrompido, por exemplo, por falha da Internet ou de eletricidade, motivo esse totalmente alheio à organização, é favor executar os seguintes passos:


- Desligar tudo o que estiver a consumir net.


- Ligar ao outro capitão e desligar/reiniciar as duas máquinas ao mesmo tempo. Se após duas ou três tentativas, o problema persistir, comunique a organização e esta poderá decidir adiar o jogo, sendo que o jogo será sempre retomado do ponto onde houve a interrupção. Se uma equipa recusar perde o resto dos pontos em disputa, e se as duas equipas recusarem, perdem ambas a totalidade do encontro.



- E da responsabilidade do estabelecimento comercial as ligações de internet. (Aconselhamos que durante o jogos para a liga, a rede wifi não deve estar acessível ao publico em virtude de ser prejudicial para as ligações de conexão das máquinas)


29. No caso de falta de energia o jogo será retomado automaticamente pela própria máquina assim que a energia esteja restabelecida.


Generalidades/Atitude



- Fair-play, bom comportamento e boa conduta são obrigatórios a todos os jogadores, do início ao fim dos encontros.


-Os jogadores devem demonstrar o seu espírito desportivo e reconhecer com dignidade, quando vencidos os bons resultados do oponente. Quando vencedores, encarar a vitória sem ridicularizar o oponente e abster-se de comentários e/ou gestos que possam afetar a dignidade do jogador ou equipa vencida.


- Todos os jogadores e respetivos responsáveis de equipa comprometem-se a demonstrar espírito desportivo, cumprindo os termos deste regulamento.


-A liga é um complemento das atividades do estabelecimento, e não a sua principal. Os jogadores devem adaptar-se a todos as outras atividades do estabelecimento.


-Todos os jogos devem ser jogados em silêncio (adequado à necessária concentração), pelos intervenientes (suplentes inclusive), por jogadores de outra equipas, e se possível pelo público em geral.


-Todas as deslocações e quaisquer encargos ou prejuízos decorrentes da participação nas provas da Liga são por conta e risco das equipas ou jogadores.


-Todas as situações não previstas neste regulamento serão avaliadas e resolvidas em tempo útil pelo concelho de arbitragem.




Faltas de repreensão imediata (Sanções)


a) O jogador atravessar a linha de lançamento antes que a máquina registe o lançamento, ou o dardo chegue ao alvo;


b) O jogador pisa a linha de lançamento além do seu limite;


c) O jogador sai da área de lançamento;


d) Atraso intencional e desnecessário do jogo;


e) Distrair um jogador ou fazer com que perca a concentração;


f) Comportamento incorreto e reprovável;


g) Desconto de dardos com a mão;


. As faltas são avaliadas e determinadas pelos capitães de equipa de forma justa e imparcial, seguindo as regras do fair-play e com desportivismo, assim como o presente Regulamento.


. Uma repreensão consiste num aviso formal, feito por um capitão a outro, relativamente a um jogador adversário.



Faltas passíveis de penalização imediata (Sanções)


Um jogador lança na vez do parceiro – perde os restantes dardos a que possa ter direito.


Um jogador marca pontos à mão no seu marcador – perde o jogo em curso.


Um jogador termina o jogo num lançamento em que foi cometido uma falta passível de penalização imediata – a equipa faltosa perde esse jogo.


34. Quando se dá uma infração o jogo para imediatamente, procedendo-se à sua análise e posterior resolução, dando conhecimento imediato a Organização.


35. No jogos online, os 2 capitães deverão obrigatoriamente estar contactáveis durante o encontro (qualquer alteração ao número de telemóvel deverá ser comunicada à organização, a fim de esta o disponibilizar aos capitães das outras equipas).


36. Todas as situações não previstas neste regulamento devem ser submetidas à avaliação da Organização, em tempo útil, com vista à sua resolução imediata, se possível, ou à elaboração de novos pontos deste regulamento.



REGULAMENTO DISCIPLINAR


INFRACÇÕES


1. No decorrer da época se uma equipa fizer 3 faltas de comparência, sem justificação será eliminada da liga, e perde direito a qualquer prémio. Se houver desistência de alguma equipa, todos os encontros realizados anteriormente contra outras equipas serão considerados nulos e retirados os respetivos pontos revertidos a favor da equipa oponente.


2. Uma equipa que tenha uma falta de comparência, perde o jogo e recebe zero pontos nessa jornada, e a equipa presente recebe os pontos em disputa.


3.Se houver comportamentos incorretos ou ofensivos a jogadores ou outros, que ponham em causa a boa conduta e respeito entre os demais, será punido com expulsão direta das competições em curso e poderá também ficar inibido de participar em futuras competições organizadas pela CDBC.


4. No caso de se verificarem adulterações propositadas de resultados, os jogadores responsáveis poderão ser punidos com a eliminação da Liga, uma vez apuradas responsabilidades dos mesmos, nas infrações cometidas.


5. No caso de se verificar um comportamento extremamente gravoso de um jogador contra alguma casa, espetador, interveniente no jogos ou para a modalidade, a punição poderá tomar a forma de eliminação direta do jogador sem necessidade de recorrer a suspensões.


6. Todas as decisões acerca de infrações ocorridas durante a Liga CDBC, serão tomadas pela organização ou concelho de capitães, após análise dos factos ocorridos e de ouvir todas as partes envolvidas, inclusive possíveis testemunhas. Toda a decisão quando tomada torna-se irrevogável.


7. A única entidade que pode convocar um Concelho de capitães é a organização, por decisão sua ou por pedido fundamentado dirigido à Organização dos capitães da Liga em questão.


8.Ao Concelho de Arbitragem, é reservado o direito de excluir todo e qualquer jogador ou casa, que considere estar a prejudicar direta ou indiretamente, no âmbito desportivo ou comercial o bom funcionamento da Liga, perdendo os elementos em questão todo e qualquer prémio, conquistado nesta época. Esta exclusão pode ter um carácter vitalício ou não.

Fair-Play


1-A conduta de acordo com o espírito do Fair-Play é essencial para a promoção do sucesso e desenvolvimento do desporto neste caso, a competição de dardos. O objetivo das atividades em favor do Fair-Play é favorecer o espírito desportivo, assim como o comportamento cavalheiresco dos jogadores, organização e espetadores para incremento do prazer de todos eles no jogo. A definição do Fair-Play abrange todas as pessoas ligadas ao desporto de forma a:


• Mostrar conhecimento pelas Leis e regulamentos do Jogo.


• Motivar a crença de que o jogo pode ser jogado com prazer e de uma forma positiva.


• Motivar o comportamento correto em relação ao adversário (tanto pelos jogadores como pelos organizadores) seja qual for o resultado.


• No esforço de promover o Fair-Play a CDBC institui prémios Fair-Play, considerando todos os jogos, baseado nas notações fornecidas pelos Capitães de equipa e membros das equipas.


2-Método de Preenchimento do Formulário:


• O formulário identifica cinco critérios para avaliação do desempenho do Fair-Play demonstrado pelas equipas.

A avaliação deve considerar principalmente os aspetos positivos, mais que os negativos. Como regra geral as notas máximas apontadas não devem ser dadas, a menos que as respetivas equipas demonstrem atitudes positivas.


Itens individuais do preenchimento

1-Relação dos jogadores com outras equipas

2-Flexibilidade na marcação de jogos

3-Responsabilidade e assiduidade

4-Companheirismo e bom relacionamento entre todos os participantes

5-Compreensão na resolução de casos


O espírito deste item é premiar a conduta positiva no jogo pelos seus intervenientes, conduta que seja atrativa para os espetadores.

• Fatores de perca irremediável do prémio fair-play

Incitamento utilizando persistentemente linguagem imprópria

Conduta ameaçadora e/ou agressiva para com os adeptos ou adversários.



Apresentamos votos dos maiores sucessos desportivos




O presidente da CDBC















Qualquer alteração deve ser consultada em WWW.CDBC.PT ou em facebook.com/cdbcmax