Voltar ao Topo

Liga Bola 8 - Regras

Indice

1.1 – Mesas – Bolas – Equipamento

1.2 – Saída – Posicionamento das bolas

1.3 – Tacada

1.4 – Tacada – Bola Anunciada

1.5 – Bola não embolsada – Turno

1.6 – Ordem de saída

1.7 – Abertura – Saída

1.8 – Jogo – Começo

1.9 – Abertura – Desvio da bola branca

1.10 – Bola na mão atrás da linha de saída

1.11 – Bolas embolsadas

1.12 – Posição das bolas

1.13 – Pé no chão

1.14 – Tacar com bolas em movimento

1.15 – Tacada completa

1.16 – Linha de saída – Definição

1.17 – Faltas – Penalizações

1.18 – Faltas – Falhar contacto com as bolas de grupo

1.19 – Tacada legal

1.20 – Bola branca – Faltas

1.21 – Faltas por tocar acidentalmente as bolas

1.22 – Faltas – Contactos penalizáveis

1.23 – Faltas – Dupla tacada

1.24 – Faltas – Tacada

1.25 – Faltas – Equipamento

1.26 – Faltas – Falta de contacto com a mesa

1.27 – Jump shots

1.28 – Bolas fora da mesa

1.29 – Faltas intencionais – Penalizações

1.30 – Faltas – One foul limit

1.31 – Bolas – Movimento espontâneo

1.32 – Bolas embolsadas – Adicionais

1.33 – Interferência externa

1.34 – Abertura – Saídas subsequentes

1.35 – Entradas – Alternância de turnos

1.36 – Bola colada a uma tabela

1.37 – Bola na mão – Atrás da linha de saída

1.38 – Bola na mão

1.39 – Interferências

1.40 – Equipamento - Uso indevido

1.41 – Pontos de referência

2.0 – Objectivo – Composição

2.1 – Call shots – Jogadas anunciadas

2.2 – Abertura – Colocação das bolas

2.3 – Tacada (legal) de abertura

2.4 – Tacada de abertura – Falta

2.5 – Tacada de abertura – Faltas

2.6 – Tacada de abertura - Bola 8 embolsada

2.7 – Mesa aberta

2.8 – Escolha de grupo

2.9 – Tacada legal

2.10 – Safe – Safety shot

2.11 – Turno

2.12 – Faltas – Penalização

2.13 – Tacadas combinadas

2.14 – Bolas ilegalmente embolsadas

2.15 – Bolas fora da mesa

2.16 – Jump e Massé

2.17 – Bola 8 – Faltas

2.18 – Jogo perdido

2.19 – Jogo empatado

2.20 – Jogar deliberadamente a bolas do grupo do adversário

1.1 – Mesas – Bolas – Equipamento

Voltar ao Topo

As regras aqui descritas pressupõem que as mesas, bolas e restante equipamento estão de acordo com as normas standard prescritas pela WPA (World Pool Association).

1.2 – Saída – Posicionamento das bolas

Voltar ao Topo

Todas as bolas colocadas no triângulo devem, tanto quanto possível, estarem pressionadas de tal forma que garantam o contacto entre si. A bola colocada no vértice superior do triângulo é posicionada sobre o ponto de intercepção da segunda linha horizontal de topo com a linha longitudinal de topo. No jogo de Bola 8, o triângulo é composto por dois grupos de 7 bolas (da 1 à 7 – unicolores – e da 9 à 15 – listadas) e uma bola preta com o n.º 8. A bola preta é colocada no meio do triângulo, sendo que nos vértices inferiores do mesmo não poderão estar duas bolas do mesmo grupo.

1.3 – Tacada

Voltar ao Topo

Para que uma tacada seja considerada legal, a bola branca só pode ser tacada com a sola do taco. É considerada falta o não cumprimento desta norma.

1.4 – Tacada – Bola Anunciada

Voltar ao Topo

Todas as jogadas não evidentes terão de ser previamente anunciadas. O jogador deve, antes de tacar, anunciar qual a bola a que vai jogar, bem como a bolsa onde a vai tentar introduzir. Não é necessário anunciar outros detalhes, como número de tabelas, carambolas, desvios, repiques, combinação de bolas, etc., bastando somente o anúncio de qual a bola visada e a respectiva bolsa.

1.5 – Bola não embolsada – Turno

Voltar ao Topo

Se um jogador, numa tacada legal, falhar a concretização da bola previamente anunciada, o seu turno termina cedendo a vez ao oponente o qual, por sua vez, iniciará o seu turno.

1.6 – Ordem de saída

Voltar ao Topo

A ordem de saída é determinada por tiragem à tabela. Na tiragem à tabela devem ser observados os seguintes procedimentos:

1.7 – Abertura – Saída

Voltar ao Topo

Abre o jogo o jogador que venceu a tiragem à tabela. Este terá a opção de, caso não queira sair, ceder esse direito ao oponente, não podendo este recusar.

1.8 – Jogo – Começo

Voltar ao Topo

A tacada de abertura é feita com bola na mão atrás da linha de saída. As bolas de cor são posicionadas de acordo com o constante no 1.2 e o mesmo considera-se iniciado logo que a bola branca, tacada com a sola do taco, ultrapasse a linha de saída.

1.9 – Abertura – Desvio da bola branca

Voltar ao Topo

Na tacada de abertura, é considerado falta parar ou desviar a trajectória da bola branca depois desta ultrapassar a linha de saída e antes de ter atingido qualquer bola de cor. Neste caso, o oponente tem a opção de ser ele a efectuar a tacada de saída ou ceder esse direito ao adversário. O jogador faltoso deve ser avisado que uma segunda violação desta regra, durante a partida, implica a perda da mesma por falta de comparência.

1.10 – Bola na mão atrás da linha de saída

Voltar ao Topo

O jogador que usufrua de bola na mão atrás da linha de saída (esta situação só se verifica quando há falta na tacada de abertura) pode colocar a bola em qualquer ponto da mesa mas, sempre atrás da linha de saída. Não pode jogar a nenhuma bola que se encontre atrás da referida linha, a menos que a bola branca, depois de ultrapassada a linha, volte (por tabela ou carambola) e contacte uma bola do seu grupo. A posição da bola na mesa é determinada pela sua base (ponto de apoio). Sempre que o jogador colocar a bola sobre ou para além da linha de saída, deve ser avisado do facto pelo adversário antes de tacar. Se o jogador não for alertado a tacada é considerada legal.

1.11 – Bolas embolsadas

Voltar ao Topo

Uma bola é considerada embolsada se, como resultado de uma tacada legal, cair e permanecer numa bolsa. Uma bola que ressalte numa outra anteriormente embolsada e retorne à mesa de jogo não é considerada embolsada.

1.12 – Posição das bolas

Voltar ao Topo

A posição de uma bola é determinada pela sua base, isto é, pelo seu ponto apoio com a mesa.

1.13 – Pé no chão

Voltar ao Topo

No acto de tacar, o jogador deve, pelo menos, ter um dos pés em contacto com o solo no momento em que a sola do taco entra em contacto com a bola branca. O não cumprimento desta norma é considerado falta.

1.14 – Tacar com bolas em movimento

Voltar ao Topo

No acto de tacar, todas as bolas devem estar perfeitamente imobilizadas. É considerado falta tacar a bola branca quando esta ou, qualquer outra, se encontrar em movimento.

1.15 – Tacada completa

Voltar ao Topo

Uma tacada só é considerada terminada quando todas as bolas se imobilizarem e após 5 (cinco) segundos depois da sua imobilização.

1.16 – Linha de saída – Definição

Voltar ao Topo

A área de saída, zona situada entre a tabela de saída e a linha de saída, não inclui, como fazendo parte desta, a linha de saída. Quando uma bola de cor se situar em cima da linha de saída, esta é jogável quando as regras específicas de um jogo determinarem que o jogador só pode jogar às bolas que se situem para lá da área de jogo.

1.17 – Faltas – Penalizações

Voltar ao Topo

As penalizações seguintes aplicam-se a todas as faltas:

1.18 Faltas – Falhar contacto com as bolas de grupo

Voltar ao Topo

É falta sempre que a bola branca contacte primeiro as bolas do grupo adversário. A bola branca, em tacada directa ou tabelada, deve contactar, sempre, em primeiro lugar uma das bolas do grupo pertencente ao jogador.

1.19 – Tacada legal

Voltar ao Topo

Um jogador deve contactar primeiro uma bola do seu grupo e depois:

O não cumprimento de um destes requisitos é considerado falta.

1.20 – Bola branca – Faltas

Voltar ao Topo

Se a bola branca for embolsada ou se tocar em qualquer bola já embolsada é falta.

1.21 – Faltas por tocar acidentalmente as bolas

Voltar ao Topo

É falta tocar ou entrar em contacto com as bolas de jogo com qualquer outra coisa (corpo, roupa, giz, auxiliar, vara, etc.) que não a sola do taco na execução legal de uma tacada. Neste caso, o árbitro, caso exista, deve reposicionar as bolas nos seus locais originais tanto quanto possível. O jogador adversário não tem opção de recolocação das bolas. Caso não haja árbitro, os jogadores deverão chegar a um consenso quanto ao local das bolas. Caso não haja acordo, prevalece a opinião do jogador que beneficia da falta.

1.22 – Faltas – Contactos penalizáveis

Voltar ao Topo

Se, com bola branca na mão, o jogador ao colocar a mesma contactar com qualquer bola de cor, é falta.

1.23 – Faltas – Dupla tacada

Voltar ao Topo

Se a bola branca estiver encostada a uma bola de cor (colada) o jogador deve tacar de forma a que a tacada seja considerada normal. Se a sola do taco, no acto de tacar, contactar mais que uma vez a bola branca (dupla tacada), com excepção da tacada de (ver 1.27), ou se ainda estiver em contacto com a bola branca quando esta atingir a bola de cor (carroça) é falta.

1.24 – Faltas – Tacada

Voltar ao Topo

É falta se a sola do taco, no acto de tacar, estiver em contacto com a bola branca mais que o instante considerado normal.

1.25 Faltas – Equipamento

Voltar ao Topo

O jogador é responsável pelo giz, auxiliares ou outro equipamento próximo da mesa. Qualquer contacto deste equipamento com as bolas de jogo é considerado falta da responsabilidade do jogador que estiver a tacar.

1.26 Faltas – Falta de contacto com a mesa

Voltar ao Topo

É falta se o jogador, tacando a bola abaixo do seu centro intencionalmente, a faça perder o contacto com a mesa. Ocorrendo acidentalmente, tal acto não é considerado falta.

1.27 – Jump shots

Voltar ao Topo

É legal fazer saltar a bola branca pela elevação do taco no acto de tacar, sendo para isso necessário tacar no hemisfério superior da bola branca.

1.28 – Bolas fora da mesa

Voltar ao Topo

São consideradas bolas fora da mesa, as bolas que toquem em qualquer outra zona que não a própria mesa (candeeiros, giz, etc.) mesmo que, após o contacto, retornem à mesa de jogo. Qualquer tacada que resulte numa, ou mais, bolas fora da mesa, é considerada falta. Todas as bolas que saiam da mesa são consideradas embolsadas, excepto a Bola 8 que regressa ao ponto de origem da primeira bola do triângulo..

1.29 – Faltas intencionais – Penalizações

Voltar ao Topo

A bola branca não deve ser tacada com outra parte do taco que não a sua sola. Qualquer contacto com outra parte do taco é falta. Se o árbitro considerar que a falta foi intencional, deve avisar o jogador que uma segunda violação desta regra resultará na perda da partida por falta de comparência.

1.30 – Faltas – Limite de uma falta por tacada

Voltar ao Topo

Se um jogador cometer várias faltas na mesma tacada, este é penalizado pela falta mais grave ocorrida, sendo-lhe aplicada a respectiva sanção.

1.31 – Bolas – Movimento espontâneo

Voltar ao Topo

Se, por qualquer motivo não determinado, as bolas se moverem por si próprias, estas devem ficar nas posições assumidas e o jogo prossegue. Se uma bola cair numa bolsa, por si própria, depois de passados 5 (cinco) segundos de imobilização, esta será reposta no seu sítio original prosseguindo o jogo. Se uma bola cair numa bolsa, por si própria, estando o jogador a jogar à mesma e de tal forma que a branca passe no seu raio sem lhe tocar, ambas serão repostas nos seus sítios originais e o jogador repetirá a jogada.

1.32 – Bolas embolsadas – Adicionais

Voltar ao Topo

Todas as bolas adicionais, embolsadas numa tacada legal, permanecerão embolsadas com excepção para a bola 8, se não for a bola legalmente visada.

1.33 – Interferência externa

Voltar ao Topo

Se as bolas forem deslocadas das suas posições por interferência externa, as mesmas serão recolocadas nas suas posições originais, tanto quanto possível, imediatamente após o incidente pelo respectivo árbitro, oficial de torneio ou por consenso dos dois adversários. Esta regra aplica-se também a actos motivados pela natureza (terramotos, tornados, cortes de energia, etc.). Se for de todo impossível a reposição fiel das bolas, repetir-se-á o jogo, pertencendo a abertura ao mesmo jogador que anteriormente saiu.

1.34 – Abertura – Saídas subsequentes

Voltar ao Topo

Uma partida consiste num número determinado de jogos (a definir pelo regulamento desportivo), em que a saída é alternada independentemente do resultado.

1.35 – Entradas – Alternância de turnos

Voltar ao Topo

No decorrer de um jogo, os jogadores alternarão as entradas (turnos) na mesa. O turno de um jogador termina assim que não embolsar legalmente uma bola do seu grupo ou cometer qualquer tipo de falta. Quando um jogador terminar o seu turno na mesa, o oponente aceitará a posição das bolas e iniciará, por sua vez, o seu turno.

1.36 – Bola colada a uma tabela

Voltar ao Topo

Quando uma bola de cor e do grupo do jogador estiver em contacto (colada) com uma tabela, essa tabela, para efeitos de regras não conta como tal. Da tacada deve resultar, como consequência:

A não satisfação de, pelo menos, uma destas condições, é considerado falta. Uma bola não é considerada colada a uma tabela a menos que, depois de examinada pelo árbitro ou adversário, seja anunciada como estando em contacto com a tabela. O anúncio deve ter lugar antes de o jogador tacar ou não será considerado válido.

1.37 – Bola na mão – Atrás da linha de saída

Voltar ao Topo

Um jogador com bola na mão atrás da linha de saída deve tacar a bola para lá da linha de saída antes que esta entre em contacto com qualquer tabela, bola de cor ou retorne à área de saída. A sua não observância, havendo árbitro, é considerada falta e o oponente terá bola na mão. Não havendo árbitro, o oponente tem a opção, reclamando falta, de ter bola na mão ou solicitar que o adversário repita a tacada, depois de as bolas estarem reposicionadas nos locais originais. Excepções:

1.38 – Bola na mão

Voltar ao Topo

O jogador pode posicionar a bola com a mão ou qualquer parte do taco, incluindo a sola. Quando posicionada, e o jogador deve avisar de tal facto, qualquer outro contacto com a bola, que não seja a tacada legal, é falta.

1.39 – Interferências

Voltar ao Topo

Se o oponente, por qualquer meio, perturbar ou desconcentrar o adversário quando este se está a jogar, deverá ser penalizado por conduta anti-desportiva. Dependendo da gravidade da situação, o jogador prevaricador poderá inclusivamente ser desqualificado. Tacar fora do seu turno é considerado como interferência.

1.40 – Equipamento - Uso indevido

Voltar ao Topo

Os jogadores não estão autorizados a usar as bolas, triângulos, giz ou qualquer outro tipo de equipamento para calcular ângulos, medir distâncias ou estabelecer referências. Apenas o taco pode ser usado para este efeito. A não observância desta regra é considerado falta.

1.41 – Pontos de referência

Voltar ao Topo

O jogador que intencionalmente marcar a mesa, de qualquer modo, incluindo o posicionamento do giz, para auxiliar à execução de uma tacada, incorre em falta.

2.0 – Objectivo – Composição

Voltar ao Topo

Na Bola 8 são utilizadas uma bola branca e quinze bolas coloridas, numeradas de 1 a 15. Um dos jogadores deverá embolsar as bolas do grupo numerado de 1 a 7 (cor sólida) enquanto que o oponente deverá embolsar as bolas do grupo numerado de 9 a 15 (listadas). O jogador que primeiro embolsar todas as bolas do seu grupo e, legalmente, embolsar a bola 8, vence o jogo.

2.1 – Call shots – Jogadas anunciadas

Voltar ao Topo

Na Bola 8, todas as jogadas são previamente anunciadas. O jogador deve anunciar a bola de grupo a que vai jogar e a bolsa onde a vai tentar embolsar. Dispensam estas formalidades todas as jogadas claramente evidentes (jogadas óbvias). Não é requerida qualquer outra informação adicional, como o número de tabelas, carambolas, ou outros detalhes para atingir o fim proposto. Qualquer bola introduzida em falta permanecerá embolsada, independentemente de a bola pertencer ao jogador faltoso ou ao oponente. A tacada de abertura não é considerada jogada de bola anunciada, pelo que se a Bola 8 for embolsada nesta tacada regressa ao ponto da primeira bola do triângulo e o jogador continua no seu turno.

2.2 – Abertura – Colocação das bolas

Voltar ao Topo

Para colocação das bolas de cor deve ser usado um triângulo devendo as mesmas ficarem em contacto (coladas) umas com as outras. A bola 8 deve posicionar-se no centro do triângulo, a bola situada no vértice anterior deve ficar situada sobre o ponto de intercepção da linha de topo horizontal e a linha de topo longitudinal, um dos vértices posteriores deve conter uma bola de cor sólida, enquanto o outro deverá ter uma bola listada. As bolas colocadas no centro do triângulo devem estar perfeitamente colocadas sobre a linha longitudinal de topo.

2.3 – Tacada (legal) de abertura

Voltar ao Topo

Na tacada de abertura, o jogador não está obrigado a anunciar qual a bola e bolsa visadas. A tacada será considerada válida se o jogador com bola na mão e colocada atrás da linha de saída: a) Embolsar, pelo menos, uma bola de cor; b) Fizer com que no mínimo quatro bolas numeradas contactem a tabela. A não observância da alínea a) ou b) constitui falta e permite ao oponente optar por aceitar a posição das bolas e jogar, mandar formar o triângulo e executar ele próprio a saída ou, em alternativa, ordenar que seja o adversário a sair novamente. A introdução da bola branca na tacada de abertura, sendo falta, permite ao oponente ter bola na mão atrás da linha de saída.

2.4 – Tacada de abertura – Falta

Voltar ao Topo

Se um jogador cometer falta na tacada de abertura, todas as bolas embolsadas permanecerão embolsadas e a mesa é considerada aberta. O oponente terá então bola na mão atrás da linha de saída e aceitará a posição das bolas ou pode exigir o reinício da partida, com nova formação do triângulo, podendo sair ou conceder esse direito ao adversário. Optando por ter bola na mão atrás da linha de saída, o jogador não pode jogar a nenhuma bola que se encontre aquém da referida linha, isto é, que se encontre na área de saída, a menos que a bola branca passe para além da linha e retorne à área de saída.

2.5 – Tacada de abertura – Faltas

Voltar ao Topo

Se um jogador na tacada de abertura colocar qualquer bola fora da mesa de jogo, o oponente terá a opção de aceitar a posição das bolas e iniciar o seu turno, ou optar por ter bola na mão atrás da linha de saída e iniciar o seu turno.

2.6 – Tacada de abertura - Bola 8 embolsada

Voltar ao Topo

A introdução numa das bolsas da bola 8 na tacada de abertura não constitui, por si só, falta. Neste caso, o jogador que saiu tem por opção recolocar a bola no ponto onde a linha longitudinal de topo intercepta a segunda linha horizontal de topo (ou no sítio mais próximo, mas sempre sobre a linha longitudinal), aceitar a posição das bolas e retomar o turno, ou solicitar nova formação do triângulo e sair novamente. Se a bola 8 for introduzida numa das bolsas como consequência da tacada de saída, havendo simultaneamente falta na abertura, o oponente poderá optar por recolocar a bola 8 no ponto onde a linha longitudinal de topo intercepta a linha horizontal de topo (ou no sítio mais próximo, mas sempre sobre a linha longitudinal), aceitar a posição das bolas e, com bola na mão atrás da linha de saída, iniciar o seu turno ou exigir o reinício da partida, com nova formação do triângulo, podendo sair ou conceder esse direito ao adversário.

2.7 – Mesa aberta

Voltar ao Topo

A mesa considera-se aberta sempre que a escolha de grupos de bolas ainda não esteja determinada, podendo o jogador jogar a qualquer grupo de bolas enquanto a indefinição de grupos se mantiver. A mesa encontra-se aberta na e após a tacada de saída e nas tacadas subsequentes enquanto não se definirem o grupo de bolas (sólidas ou listadas) pertencentes a cada jogador. Assim que um dos jogadores, legalmente, determinar o seu grupo de bolas e o grupo de bolas do adversário, cessará o estado de mesa aberta. Na situação de mesa aberta, é legal jogar a uma bola sólida para embolsar uma bola listada e vice-versa, sendo requerido apenas, o anúncio prévio.


Excepção: quando a primeira bola contactada for a bola 8, é falta e nenhuma bola embolsada será considerada, mantendo-se a situação, neste caso, de mesa aberta. O jogador faltoso terminará o seu turno, todas as bolas ilegalmente embolsadas permanecerão embolsadas e o oponente iniciará o seu turno com bola na mão.

2.8 – Escolha de grupo

Voltar ao Topo

A escolha de grupo nunca é determinada na tacada de abertura. A escolha de grupo é determinada quando, na sequência de uma tacada legal, um dos jogadores embolse uma bola após a tacada de abertura.

2.9 – Tacada legal

Voltar ao Topo

Em todas as tacadas (excepto na abertura ou em situação de mesa aberta) o jogador deve atingir primeiro uma bola do seu grupo e embolsar a bola, ou fazer com que pelo menos uma bola contacte a tabela. É permitida a tabela seca, no entanto, mesmo neste caso, após o contacto com a bola do seu grupo, o jogador deve embolsar uma bola ou fazer com que pelo menos uma bola, após o contacto, atinja uma tabela. Falhando qualquer um destes requerimentos é falta.

2.10 – Safe – Safety shot

Voltar ao Topo

Por razões tácticas, um jogador pode embolsar legalmente uma bola do seu grupo e descontinuar o turno se, para tal, tiver previamente anunciado “safe” ou “safety” ao adversário. Se tal anúncio não for feito, o jogador será obrigado a dar continuidade ao seu turno, tendo de jogar novamente.

2.11 – Turno

Voltar ao Topo

Um jogador continuará a jogar sempre que legalmente embolsar as bolas do seu grupo. Depois de todas as bolas do seu grupo embolsadas, tentará concretizar a bola 8. Conseguindo-o, legalmente, vence o jogo.

2.12 – Faltas – Penalização

Voltar ao Topo

Não considerando as faltas disciplinares ou as faltas intencionais (de natureza disciplinar), as faltas técnicas são penalizadas com bola na mão. O oponente, tendo bola na mão, pode colocar a mesma em qualquer ponto da mesa (com a mão ou qualquer parte do taco, incluindo sola) e iniciar o seu turno. Depois de colocada, devendo o jogador anunciá-lo, qualquer outro contacto com a bola é considerado falta, desde que não seja o acto legal de tacar. Exceptuam-se as faltas resultantes da tacada de abertura, onde o oponente, tendo bola na mão, apenas poderá colocar a bola branca na área de saída (em qualquer ponto desta) mas sempre atrás da linha de saída.

2.13 – Tacadas combinadas

Voltar ao Topo

É permitida a combinação de bolas numa tacada legal. No entanto, a bola 8 nunca pode ser usada como primeira bola a contactar numa combinação de bolas, a menos que o jogador já tenha embolsado todas as bolas do seu grupo. De outro modo, se tal contacto ocorrer é falta.

2.14 – Bolas ilegalmente embolsadas

Voltar ao Topo

Uma bola é considerada ilegalmente embolsada quando:

Todas as bolas ilegalmente embolsadas permanecerão embolsadas.

2.15 – Bolas fora da mesa

Voltar ao Topo

Qualquer dos jogadores que acidentalmente fizer saltar para fora da mesa de jogo uma ou várias bolas, é penalizado com falta (bola na mão para o oponente) e perda de turno. Excepção: Para a bola 8, a qual saindo da mesa de jogo tem como penalidade a perda do jogo.

2.16 – Jump e Massé

Voltar ao Topo

É permitido o jump e massé. No entanto, o contacto com qualquer outra bola que não seja a bola de grupo, é falta.

2.17 – Bola 8 – Faltas

Voltar ao Topo

Quando a bola 8 for a bola de jogo legalmente visada, qualquer falta cometida não implica a perda de jogo, isto se a bola 8 não for embolsada ou saltar para fora da mesa. Verificando-se uma destas duas situações, o jogador que cometeu a falta perde o jogo.

2.18 – Jogo perdido

Voltar ao Topo

O jogador perde automaticamente o jogo se a bola 8 for embolsada resultante de uma tacada onde houve falta; se a bola 8 for embolsada numa bolsa diferente da anunciada; se a bola 8 saltar fora da mesa de jogo; se a bola 8 for embolsada juntamente com a última bola de grupo; se a bola 8 for embolsada antes de tempo, isto é, não era considerada a bola legal de jogo.

2.19 – Jogo empatado

Voltar ao Topo

Se após 3 (três) turnos consecutivos na mesa por cada jogador (seis no total), o árbitro, o oficial do torneio ou ambos os jogadores entenderem que atacar a bola legal de jogo implica a perda do mesmo, as bolas devem ser repostas no triângulo e o jogo repetido. A tacada de abertura pertencerá ao jogador que anteriormente tinha aberto.

2.20 – Jogar deliberadamente a bolas do grupo do adversário

Voltar ao Topo

Com excepção do Pool Português, não é considerada conduta anti-desportiva embolsar intencionalmente bolas do grupo do adversário. Caso aconteça, é apenas considerada falta e o outro jogador beneficia de bola na mão. No caso do Pool Português, jogar deliberada e directamente a uma bola do grupo do adversário ou à bola 8, quando esta não for a bola de jogo legalmente permitida, é considerada jogada anti-desportiva e resulta na perda imediata do jogo.